Notícias

Coronavírus completa um mês no Brasil com 77 mortes

Hoje (26) completa um mês do primeiro caso confirmado do novo coronavírus (covid-19) no Brasil.

Durante este período a pandemia produziu 77 mortes, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje (26). A taxa de letalidade é de 2,7%.

Ontem, as mortes já haviam se expandido para além de São Paulo e do Rio de Janeiro, com falecimentos em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, retificou o número de mortes no país. No relatório constava 78 óbitos, com um caso no Distrito Federal. Mas Mandetta afirmou que o registro foi feito por engano e que DF não tem morte por covid-19.

Considerando um mês após o primeiro infectado, o Brasil fica atrás da China (213 mortes e 9.802 casos) mas a frente da Itália (29 mortes e 1.694 casos).

SITUAÇÃO EM SP
O número de óbitos relacionados ao novo coronavírus no Estado de São Paulo cresceu 163,6% em apenas quatro dias, conforme balanço da Secretaria de Estado da Saúde.

No último domingo (22), o Estado registrava 22 mortes, contra 58 nesta quinta-feira (26). Os óbitos confirmados hoje também apontam um avanço da doença para outras regiões do Estado.

No domingo apenas a capital paulista registrava óbitos relacionados à doença. Já nesta quinta-feira, os municípios de Vargem Grande Paulista, Guarulhos, Taboão da Serra e Ribeirão Preto também contabilizam pelo menos um óbito.

Dos 10 novos óbitos contabilizados hoje, 7 são homens (36, 63, 73, 76, 80, 86 e 92) e 3 mulheres (64, 77, 77). Nove são da Capital e o paciente de 36 anos, que apresentava comorbidades, é do município de Ribeirão Preto.

O número de pacientes graves em UTI de hospitais públicos e privados, notificados no sistema da Secretaria, também indica crescimento. Ontem (25) eram 59 pacientes com casos confirmados. Hoje, foram informadas 84 pessoas internadas.

O Estado também registra 1.052 casos confirmados da doença.