Notícias

Suspensão do transporte público no ABC não é unanimidade entre autoridades

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (19), o governador João Doria criticou a decisão dos prefeitos das cidades que formam o Grande ABC que trata da suspensão do transporte público na região.

Segundo Doria, a atitude foi precipitada e vai penalizar aqueles que não tem como evitar os deslocamentos. Ele espera que a medida seja revertida antes de 29 de março, data do início da interrupção dos serviços.

Fontes consultadas pela reportagem em cada prefeitura da região informaram que a opinião do governador gerou desconforto entre lideranças políticas locais e que a opção por paralisar as linhas municipais não foi unanimidade.

A Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo (Acisbec) também fez duras críticas sobre a suspensão do transporte público. “Tal medida impede a circulação das pessoas, entre as quais as que trabalham nos serviços essenciais como o de saúde.”, diz a nota encaminhada pela entidade.

Segundo o presidente do consórcio do Grande ABC, Gabriel Maranhão, o transporte de funcionários que prestam serviços essenciais deverá ser garantido por meio da contratação de linhas particulares.